Jovem mata o próprio irmão se mata e deixa carta para os pais no Facebook - VEJA


Image title

Mais uma tragédia relacionada a doença dadepressão aconteceu, desta vez em Barreiro, as vítimas moravam no bairro Liberdade. Tudo aconteceu nesta última terça-feira dia 27. Uma jovem matou seu irmão de dezenove anos e depois suicidou-se. 

Juliana Cristina de Andrade de 25 anos, matou seu irmão por estrangulamento, o rapaz era portador de necessidades especiais. Juliana ainda deixou para seus pais, um bilhete no seu perfil do Facebook dizendo que nem ela nem seu irmão tinham futuro. Ainda com informações da Polícia Militar, quando o pai chegou para chamar a filha para ir para o trabalho, por volta de 5h da manhã, já encontrou a moça morta com um cinto amarrado em seu pescoço, vendo a situação, mesmo em total desespero, tentou reanimar a filha mas não logrou êxito.

Quando a mãe chegou ao local imediatamente pegou o celular da filha para ligar para a emergência, mas, já encontrou o Facebook de Juliana aberto com o seguinte recado: “Pai, mãe, perdão. Não consigo. Não adianta fingir. Eu e o Matheus (irmão) não temos futuro. Só um último pedido. Não nos enterre em Monlevade, pelo amor de Deus. Amo vocês”.

Os pais entraram em pânico e correram até o quarto do outro filho caçula, Matheus Henrique Andrade, já estava morto e foi encontrado deitado com as mãos na face e com a boca cheia de sangue, a perícia constatou que o rapaz foi assassinado, o mesmo tinha uma mancha roxa em seu pescoço que confirma a hipótese de estrangulamento.

A família das vítimas contou que Juliana vinha passando por problemas psicológicos por conta de uma desilusão amorosa que tinha sofrido recentemente, o mesmo também contou que nos últimos dias, ela aparentava estar muito mais tranquila, e com isso os pais estavam bem menos despreocupados. A Polícia Civil está investigando, os corpos foram encaminhados ao IML de BH, em Minas Gerais.

Fonte: virgulistas